RELACIONADOS



categorias

17 de maio de 2016

Uma versão de mim falando da falta que ela faz

Via Lindsay Woods.
Você pode ler ouvindo Chill Nation - Sorry (cover/remix)

Encaro o notebook, tentando descobrir quantas garotas há numa foto, e me pego tentando descobrir como me livrar da saudade que sinto dela. Então, cara, me escuta, não deixe-a irPorque ela chegou sorrindo e foi embora da mesma forma, e eu tão fraco e desajeitado, só a assisti indo, ciente de que estava perdendo a mulher da minha vida.

Nos primeiros meses eu sabia que ela estava quebrada, mesmo sorrindo alto numa mesinha de bar com as amigas. Aquele sorriso descontraído fez lembrar-me da vez que fiz uma piada melodramática e ela jogou a cabeça pra trás, sorrindo. Doeu não estar perto para beijar seu sorriso e sentir seus dedos brincando com minha espinha vertebral.

Ela tem a capacidade de te fazer ouvi-la e se impressionar com tal intensidade, e você sempre vai se surpreender, porque ela é parágrafo desconhecido todos os dias. Ela pode te fazer rir até você não aguentar mais, tem o dom de prender seu olhar enquanto bola alguma frase na cabeça ou lê algum livro que gosta.

Porque ela é rock, mas também jazz, indie, blues e soul. Ela sorri para a vida e dança no meio da noite, enquanto o coração está encolhido no seu quarto, com uma xícara de chá, alguns livros e muitas, muitas cartas. Ela vive ao estilo Nirvana, mas o coração é de Taylor Swift.

Pois é, cara, você vai querer abraçá-la e nunca, nunca mais soltar. Então, enquanto você tiver a chance, abrace, beije, cuide e ame, por você e por mim. Porque eu fui um burro, não soube cuidar dela como deveria.

Dou outra olhada na tela do notebook, encarando a imagem que todos estão tentando entender, e, ah, são só duas garotas e dez reflexos, e uma versão de mim falando da falta que ela faz, esperando que você nunca precise sentir isso, porque dói. Dói pra caralho. Da mesma forma que o sorriso dela me despedaça. Se isso se tornasse uma imagem para as pessoas interpretarem, estaria claro: eu sempre fui um caso perdido e ela merecia mais do que eu dava. 

Cuida bem dela, porque o mesmo sorriso que faz teu corpo estremecer, pode fazer teu coração em pedaços, e olha que eu nunca acreditei nessa subjetividade de coração em pedacinhos. Acontece, cara. Aconteceu comigo. Não deixe acontecer com você também.

2 comentários: